REGISTRE SUA MARCA EM 07 PASSOS!

REGISTRE SUA MARCA EM 07 PASSOS!

1 – Acesse o site www.mfmarcasepatentes.com.br, na aba cliente faça a pesquisa da marca a ser requerida da forma exata e pela fonética. Dica: uma mesma palavra pode ser escrita de forma diferente, se encontrar uma marca semelhante, verifique o segmento da mesma. Dica: marcas iguais poderão ser registradas em ramos de atividade distintos também há muitos casos de marcas iguais que podem ser registradas para o mesmo segmento – essas marcas são consideradas genéricas porque identificam o produto ou serviço – nesse caso é obrigatório ter logotipo para que a marca tenha identidade visual;

 

2 – No site www.inpi.gov.br faça seu cadastro para liberação de GRU – Guia de Recolhimento da União. Dicas: veja o enquadramento da empresa porque Me, Mei, Epp, tem desconto, caso o cadastro seja efetuado de forma incorreta o valor a ser recolhido será maior. É importante na hora de gerar a GRU ter certeza se a marca é de produto ou de serviço. Verificar também o tipo da marca ou seja se é mista, nominativa ou figurativa – efetuar o pagamento da GRU antes de depositar a marca caso contrário seu pedido será considerado inexistente, mesmo que o protocolo tenha sido liberado pelo INPI.

 

3 – Permaneça no site e preencha o formulário de forma correta conforme as dicas anteriores, observe que o logotipo também deve ser classificado na categoria correta, assim como a marca. Dica: tudo que contem no logotipo deve constar na parte escrita da marca no formulário.

 

4 – Enviar o formulário. Dica observar que o INPI mostra uma mensagem alertando que o Pedido de Registro deve ser acompanhado semanalmente pelo proprio usuário através da RPI – Revista da Propriedade Industrial (Diário Oficial de Marcas);

 

5 – Responder as exigências de acordo coma determinação da LPI – Lei da Propriedade Industrial dentro do prazo estipulado. Dica: a falta de cumprimento de qualquer exigencia ou o cumprimento fora do prazo acarreta o arquivamento definitivo do processo.

 

6 –  Após 03 (três) anos de acompanhamento e cumprimento dos prazos o INPI irá publicar a decisão, sendo a mesma favorável é necessário gerar outra taxa, efetuar o pagamento do primeiro decênio e aguardar a publicação para obtenção do Certificado de Registro da marca que permite o uso exclusivo em todo território nacional.

 

7 – Anotar em uma agenda a data para prorrogação do registro. Dica: solicitar ao INPI a prorrogação do registro preferencialmente no final do nono ano a fim de evitar que o processo seja extinto.

 

No caso de Indeferido do pedido de registro ou exigências as quais o usuário não consiga responder, ou se você achar que não vai conseguir cumprir todas as etapas do processo e preferir utilizar seu tempo para trabalhar para alavancar suas vendas, sugerimos a contratação de uma empresa especializada que poderá ser a Martins e Fernandes – Marcas e Patentes para ajuda-lo, afinal sua marca é muito valiosa para nossa empresa.

Compartilhe